Notícias

  • AGO

    Servidores Públicos podem perder estabilidade com Bolsonaro na presidência

    Estudo feito pelo Ministério da Economia mostra alterações que colocam em risco trabalho dos servidores públicos.

    Publicado por: SISPESP / Data:9/8/19

    O projeto de reforma Administrativa  de Jair Bolsonaro coloca em risco o emprego de milhares de servidores públicos pelo país. A reconstrução está sendo estudada no Ministério da Economia e deve acabar com a estabilidade de trabalhadores do serviço público federal. Garantida pela constituição, ainda pode abrir caminho para a demissão e terceirização de serviços públicos.

    Com a desculpa de modernização da prestação de serviços a mudança não prejudicará apenas os trabalhadores, mas a sociedade no geral. Para Ismael Cesar diretor executivo da CUT e funcionário público federal, essas medidas prejudicarão a população mais pobre, em especial, a parte da população que mais necessita desses serviços.

    Mesmo que o Ministério alegue que seu objetivo não é demitir em massa, a reforma Administrativa é vista pelos sindicatos como uma tentativa de facilitar demissões.